Depoimento de quem foi pela primeira vez na PythonBrasil!!

Simplesmente, o PythonBrasil deste ano foi sensacional! Recomendamos a todos para irem no próximo ano em Brasília.
Abaixo um depoimento do nosso colega e membro Renato Oliveira sobre sua primeira vez na PythonBrasil e como foi a experiência!
 
PS: Alguns erros de português, mas foi colocado pra ser um texto informal mesmo!
 
 
 
 
[Se fosse eu, não iria ler :P]
 

Galera, como todos devem saber, semana passada aconteceu a PythonBrasil[8][0] e com tudo o que aconteceu lá, nós que fomos, nos sentimos um pouco na obrigação de repassar tudo o que aconteceu!

 
Pra começar, o Rio é lindo! Já tinha ido lá mas não aproveitei. Desta vez cheguei mais cedo para dar uma turistada e valeu muito a pena! Conheci Ipanema, Pedra do Arpoador, Cristo, Lapa, e outros lugares que realmente fazem jus ao comentário da vendedora de tickets do Trem do Corcovado: 
 
Eu – tudo aqui é tão caro:/
Ela – É por que tem todo o apelo do Rio de Janeiro né?
Eu – Mas minha cidade também é linda
Ela – Mas a minha é maravilhosa!
 
Okay.
 
Sprints! Quase que não rolava. Pra quem não sabe um sprint é um encontro de programadores pra contribuir com projetos opensource, a história diz que alguns comitters estão lá para acelerarem decisões da linguagem/framework/biblioteca. É, isso não aconteceu no Rio (mas não quer dizer que foi ruim!) 
Sábado a noite voltei com meu amigo pro hostel e entrei no e-mail, aparentemente não iria rolar, todo mundo se perguntando mas ninguém tomava uma atitude. Eis que então Henrique Bastos[1] [2] diz que tem um espaço e que já estava pegando a chave para no dia seguinte nos reunirmos. Beleza, não tenho nem ideia de como chega no local, mas vamo lá! Chegando lá (depois de rodar em uma praça algumas vezes) entrei na Amaivos [3] onde a galera lá do Rio se reúne para discutir ideias, trabalhar, produzir de alguma forma (não só programadores, designers, galera das artes, músicos). Chegando lá a galera já foi bastante receptiva comigo e com Fernando Lins, conversa vai conversa vem, um deles me pergunta: 
“Então você que é lá de PE certo? Sabe quem foi que começou o grupo por lá?”
 Ai eu todo esperto “Claro, dou palestra sobre isso, foi o Rodrigo Amaral”
Ele – “Ok, foi o rodrigo sim, mas quem começou com python em PE?”
Eu – “Nem ideia”
Ele – “Foi um tal de Osvaldo Santana [4] [5]”
Ai que eu reconheci o cara (o próprio osvaldo, que em todas as fotos que tinha visto ele estava sem barba :P) e ele começou a contar as histórias de quando ele trabalhava no INdT e começou a dar umas palestras de Python por aqui. Muito interessante saber da história de python por aqui!
Lá, além de Henrique e Osvaldo também estavam a galera da ZNC [6], empresa de desenvolvimento de sistemas de SP. E lá começamos a conversar sobre MUITA coisa, desde finanças até sobre a organização do evento e de futuros (como devem saber, PE tem muito interesse nisso!). Conversar com gente mais experiente que você é sempre um aprendizado enorme! E principalmente quando estas pessoas estão abertas a aprender também (ninguém que eu conheci no Rio se achava o dono da verdade, e isso é MUITO importante!). Lá peguei lições de economia, experiência com projetos, e ainda conheci gente que pode ajudar a mim e minha empresa a crescer bastante! Claro que o dia terminou com cerveja🙂
 
Tutoriais! Assisti 2, Fabric (quarta) (e percebi o quanto estava sendo besta em adiar meu aprendizado nessa ferramenta) e de Machine Learning (quinta, com Marcel). Ambos foram muito bons, todo mundo saiu de lá (na quinta) para tomar uma cervejinha. Descontração, Bohemia, Botafogo, eis que a galera da organização da conferência twitta
 
 
Ligaram pra eles pra oferecer ajuda mas a FGV já estava fechando e eles não poderiam ficar lá, a saída era ir para o Sul América (onde ocorreu o evento), que só abriria para a pythonBrasil de meia noite. Ok, então o plano era Beber -> comer -> e de meia noite, ajudar a galera a arrumar o evento. Long story short saímos de lá às 5 da manhã de carona com Tati (organizadora do evento) amontoados no carro dela para copacabana, dormir 1 hr e voltar pro evento. Cansativo mas foi muito bom ajudar a galera lá!
 
O Evento! Chegando lá fomos direto para o primeiro keynote: Massimo Di Pierro falando sobre Web2Py (framework web assim como django). Foi muito interessante abrir um pouco os horizontes e saber que quando django não me satisfizer em algumas coisas tenho outros locais onde tentar.
 
Na minha última palestra no pug eu falei sobre as palestras que eu queria ver, não assisti nem um décimo delas, o evento de verdade acontece fora das palestras, a conversa com a galera, a troca de experiências, show demais, conhecer gente que está disposto a lhe ajudar só pelo prazer de ajudar é fantástico!
 
Mas eu assisti palestras tbm!
Diogo Baeder é um cara muito gente fina, trabalha na Canonical em um produto que alguns devem conhecer: o Ubuntu One
* melhor palestra do evento :) 
Me fez repensar em muita coisa que eu fazia de configuração de projetos django
Muito bom pra entender a Associação direito!
* Ainda prefiro Angular.js
Véi! A galera da globo se garante! Eles fizeram um heroku próprio! 
 
Eu e fernando ainda demos uma palestra relâmpago lá falando do pug, e muita gente gostou da ideia do eventmaker e já vão forkar pra fazer em outras comunidades!
 
Marcel ganhou o prêmio Dorneles Termeia de contribuição à comunidade Python brasileira! Prêmio muito merecido pra esse evangelista! Se não fosse por ele insistir tanto em python em PE, talvez eu não estivesse lá 
 
Noite do sábado?! LAPA! Recife Antigo 2.0 muito bem cuidado o local! mto bom
 
Conheci 2 desenvolvedores de um dos sites que mais uso! http://cifraclub.com.br
 
Domingo, iamos fazer a trilha da urca, mas começou a ficar bastante neblinado. Terminamos passando um dia muito massa com os keynotes da conferência e fomos parar em Niteroi! Cidade mto bonita! Conhecemos o MAC e almoçamos num restaurante “À mineira”, comida mto boa e a cachaça tava inclusa no buffet!😀
Fora que o nível intelectual da galera era over 9000 e eu ainda to processando o tanto de coisa que aprendi nesses dias.
 
Enfim, fiquei com preguiça de escrever mais, muitas das coisas que escrevi nem interessa a vocês, mas eu só sei de uma coisa, Outubro de 2013 estarei em Brasília, pois o evento vai ser foda e já está no meu calendário do segundo semestre!
 
PS: Vai se free a pythonBrasil[9], menos uma desculpa!
 
 
É isso ai, foi mal pelo e-mail grande mas eu realmente tava precisando compartilhar isso aqui com vocês!
 
Abraços!

2 Respostas

  1. Só um ponto. A questão de ser free ou não, não muda em nada! O evento vale cada centavo que você paga e realmente não foi caro!

  2. Sabe se os vídeos das palestras vão ser disponibilizados ?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: